População de Cabo Verde cresceu a um ritmo de 1,23% no período 2012/2016

1048

A população de Cabo Verde cresceu a um ritmo de 1,23%, no período 2012-2016, revelam os dados do Anuário Estatístico Cabo Verde 2016, publicado hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Em 2016, foi estimado 531.239 pessoas residentes, tendo verificado um acréscimo de 6.406 habitantes, em relação ao ano 2015, revela igualmente o INE.

A análise por concelho indica que Praia e São Vicente apresentam uma maior concentração da população, representando, em 2016, respectivamente, 29,2% e 15,4% do total da população do país.

Os concelhos com menor concentração de população são Tarrafal de São Nicolau e Santa Catarina do Fogo, com igual percentagem (1,0%).

O INE informa também que a taxa de crescimento natural (TCN) sofreu uma diminuição, passando de 1,5%, em 2012, para 1,3%, em 2016.

No que concerne à taxa de crescimento médio anual (TCMA), esta manteve o mesmo valor (1,2%) registado em 2015, revelam os dados do INE.

Em 2016, a esperança média de vida para os homens foi de 71,8 anos, enquanto para as mulheres foi de 80,0 anos, apontando para uma diferença média de anos de vida de 8,2 anos.

Na estrutura etária da população, verifica-se que, em 2016, o número de pessoas de 0 a 14 anos de idade foi de 153.975 (29,0% do total da população residente). O grupo dos 15 aos 24 anos conta com 102.475 (19,2% do total) e o dos 25 aos 64 anos foi estimado em 245.732 (46,3%).

Em relação aos idosos (pessoas com 65 anos ou mais), o valor estimado para 2016 situa-se à volta de 29.057 indivíduos (5,5% do total).

No que concerne à estrutura da população, por sexo, observa-se que o peso da população feminina foi, durante estes anos, superior ao da população masculina, com excepção dos anos de 2015 e de 2016.

A idade média da população de Cabo Verde tem rondado os 27 anos, de 2012 a 2014, tendo atingido o valor médio de 28 anos, em 2015, e um ligeiro aumento (28,3) em 2016.

A nível dos concelhos, constatou-se que, em 2016, o concelho de Santa Cruz aparece com a menor idade média (26,2 anos), enquanto Ribeira Grande de Santo Antão apresenta a maior (32,9 anos).

O Índice de Dependência Total tem estado a decrescer de forma contínua, de 2012 a 2016, devido, principalmente, ao número significativo de homens e mulheres em idade de trabalhar, em comparação com a população de crianças e idosos. Em 2012, este indicador era de 57,7% e passou para 52,6%, em 2016.

Para os Índices de Dependência Jovem e de Dependência de Idosos, o comportamento observado tem sido semelhante ao do Índice de Dependência Total, isto é, ambos têm vindo a decrescer no período de análise.

De acordo com o INE, em 2016, a população imigrante nascida fora do território nacional, residente em Cabo Verde, foi de 17.899 pessoas, representando 3,4% da população.

A população de nacionalidade estrangeira constitui cerca de 2% da população residente. Nas ilhas de Boa Vista e Sal, esta proporção é de 12% e 5%, respectivamente.

O Instituto Nacional de Estatísticas confirma ainda que o saldo migratório em Cabo Verde continua a ser negativo, isto é, há mais pessoas a saírem (emigrantes) do que a entrarem (imigrantes) no país.

No entanto, em termos de tendência, constata-se que este saldo negativo tem vindo a reduzir-se significativamente no período em análise (-57,6%), passando de -1.409, em 2012, para -598, em 2016.

Por: Inforpress